Em Fortaleza, 135.488 pessoas precisam atualizar os dados no Cadastro Único para manter os benefícios como Auxílio Brasil, Benefício de Prestação Continuada (BPC), Tarifa Social de Energia Elétrica, Auxílio Gás do Governo Federal, entre outros.

A revisão e averiguação cadastral foram iniciadas em fevereiro pelo Ministério da Cidadania e prorrogadas até 11 de novembro. A atualização é obrigatória para famílias que estão há mais de dois anos sem nenhuma alteração de dados e, caso não seja realizada, os benefícios serão cancelados.

O usuário poderá verificar se seus dados cadastrais estão atualizados ou não pelo aplicativo ou pelo site do Cadastro Único.

Na consulta simples, são mostrados o código familiar, a situação cadastral, a data da última atualização e data limite para uma nova atualização cadastral. Também serão exibidos os dados de identificação do responsável pela unidade familiar e de seus membros.

No aplicativo e site, está disponível a funcionalidade de atualização cadastral por onfirmação. O usuário deverá revisar os blocos de endereço da família e composição familiar e verificar se as informações contidas permanecem inalteradas.

O aplicativo pode ser baixado pelo celular no Apple Store e Google Play Store.

Atualizar cadastro

Caso as informações como endereço e composição familiar tenham mudado, é preciso comparecer a um dos locais de atendimento do Cadastro Único e apresentar os documentos originais de cada integrante da família

Para maiores de 18 anos

– Carteira de identidade (RG)
– CPF
– Título de eleitor
– Carteira de Trabalho e Previdência Social (CTPS)
– Certidão de nascimento, se solteiro(a)
– Certidão de casamento, se casado(a);
– Comprovante de Residência atualizado: para casos de comprovação de baixa renda, o comprovante deverá ser o da Enel
– Comprovante de Renda atualizado

Para menores de 18 anos

– Certidão de nascimento, se solteiro(a)
– Declaração escolar

 

Fonte: Diário do Nordeste