(Foto: Reprodução)

Após o pico da quarta onda da pandemia, o Ceará retornou a um cenário confortável de Covid-19 e registrou, em julho, uma queda de quase 40% na taxa de positividade dos casos. Entre 9 de julho e essa segunda-feira (25), o indicador decresceu 38,8%.

No começo do mês, as amostras positivas de SARS-CoV-2 estavam em 50,2%, despencando para 11,4% na última extração de dados. As informações foram divulgas pela Secretaria da Saúde do Ceará (Sesa) nesta terça-feira (26) em coletiva de imprensa.

“Nossas curvas epidêmicas foram muito bem delimitadas. E na quarta onda, podemos dizer que saímos do período crítico. De confortável, temos o número de óbitos, que foi muito mais baixo, claro, em decorrência da vacina”, pontuou a secretária executiva de Vigilância em Saúde, Sarah Mendes.

Quanto à campanha de vacinação no Estado, 91,6% da população elegível já está vacinada. Com a dose de reforço, são 63,1%, e com a segunda dose de reforço são 30,3%.

Segundo a gestora, as últimas três semanas confiram a estabilidade da curva de Covid-19, pois foi consolidada “uma queda franca no número de casos”.

Ela pontua ainda a permanência do cenário positivo para o Estado mesmo com a presença das sublinhagens BA.4 e BA.5 da Ômicron, que inclusive já estão presentes em 80% das amostras positivas.

Fonte: Diário do Nordeste

PODCAST MAIS SAÚDE – Edição de 19 de março, com Paulinho Neto