(Foto: Reprodução)

A nova pesquisa presidencial do Instituto FSB, encomendada pelo banco BTG
Pactual e divulgada nesta segunda-feira, 13, traz péssimas notícias para Jair
Bolsonaro (PL): o atual presidente, candidato à reeleição, não ganharia de
nenhum dos seus principais adversários no segundo turno, de acordo com as
simulações do instituto.

No cenário mais provável, Bolsonaro enfrentaria Luiz Inácio Lula da Silva
(PT), atual líder das pesquisas, no segundo turno. Nos números da FSB,
perderia por 54% a 36%.

Na disputa simulada com Ciro Gomes (PDT), atual terceiro colocado, a
distância seria menor, mas ainda desfavorável ao presidente: 48% a 40% para o
pedetista.

Por fim, o último cenário testou Bolsonaro contra a senadora Simone Tebet
(MDB), atual esperança do grupo conhecido como terceira via. Nesse caso,
ambos teriam 40% das intenções de voto.

Por outro lado, Lula venceria todos os adversários no segundo turno, de acordo
com a pesquisa. As vantagens seriam de 48% a 32% contra Ciro e 55% a 25%
contra Tebet.

A margem de erro é de dois pontos percentuais para mais ou para menos. O
Instituto FSB ouviu 2.000 pessoas entre os dias 10 e 12 de junho e registrou a
pesquisa no Tribunal Superior Eleitoral (TSE) com o número BR-03958/2022.