(Foto: Reprodução)

Morreu nessa segunda-feira (12), a cantora, atriz e performer Maria Antonia. A artista cearense tinha 28 anos e a informação foi confirmada por meio das redes sociais da Secretaria Municipal da Cultura de Fortaleza (Secultfor). “Maria Antonia foi uma potência, nos palcos e fora deles”, lamentou a instituição via comunicado.

Com talentos reconhecidos em diferentes linguagens culturais, Maria era dona de uma trajetória única e com sua arte, passou a ser considerada uma das grandes revelações da cena cearense dos últimos anos. A carreira começou em 2015 e sua atuação atravessou palcos locais e internacionais.

Em 2016, apresentou-se no Lincoln Center, em Nova Iorque. O currículo inclui participação nos musicais “Avenida Q” (2016) e “Dona Ivone Lara – Um Sorriso Negro” (2019). Atuou ainda na série “Lana&Carol” (2020) e no filme “Cabeça de Nêgo” (2020).

MÚSICA E VIDA

Em 2020, Maria Antonia foi premiada na categoria Melhor Intérprete do III Festival da Música de Fortaleza, com a canção “Se Eu Fosse Eu”. No ano seguinte, a cantora trabalhou como apresentadora do Festival. Na ocasião, Maria Antônia interpretou a canção “Mal Necessário” (Mauro Kwitko), imortalizada na voz de Ney Matogrosso.

“Assim como na canção que Maria escolheu cantar, ela é o novo, o antigo, o que não tem tempo. Maria é o que sempre esteve vivo”. A Secultfor lamenta profundamente e presta condolências a familiares, amigos e fãs”, finalizou a instituição.

Fonte: Diário do Nordeste

PODCAST MAIS ROCK – Novidades de Sheryl Crow, The Killers, Kasabian, Suede e Slipknot