(Foto: Reprodução)

Ao vencer a disputa pelo mais alto cargo do Executivo neste domingo (30), Luiz Inácio Lula da Silva (PT) se tornou o primeiro presidente do Brasil a conquistar três vitórias em eleições diretas. Em 2022, ele disputou o cargo pela sexta vez.

Lula não foi o único presidente a voltar a ser candidato e vencer o pleito. O caminho também foi seguido por Getúlio Vargas, que ganhou as eleições diretas em 1950.

Vargas, no entanto, havia governado por 15 anos sem ter vencido nenhuma vez no voto popular – ele assumiu o poder durante a Revolução de 1930, que derrubou o presidente Washington Luís, venceu eleições indiretas em 1934 e decretou a ditadura do Estado Novo, que vigorou entre 1937 e 1945.

Vargas cometeu suicídio em 1954 com um tiro no peito, antes de finalizar o seu mandato, após sofrer forte pressão da oposição política. Ainda assim, ele é, até hoje, o governante que presidiu o Brasil por mais tempo: 19 anos. Lula, no final de seu terceiro mandato, chegará a 12, e só fica atrás do gaúcho nesse quesito.

No Brasil, 13 eleições presidenciais diretas já foram realizadas desde 1945. Nos anos de vigência da ditadura militar (1964-1985), as eleições presidenciais eram indiretas.

Além de Lula, Fernando Henrique Cardoso (PSDB) e Dilma Rousseff (PT) também governaram por mais um mandato. O tucano ficou oito anos no poder, e a sucessora de Lula, apenas seis – ela sofreu impeachment em 2016, dois anos antes de deixar o cargo.

Fonte: CNN Brasil