(Foto: Divulgação)

A Governadora Izolda Cela manifestou, nesta quinta-feira, por meio de nota publicada em suas redes sociais, descontentamento com a decisão do PDT de adotar, como único critério, o resultado de uma pesquisa para definir o nome a ser lançado ao Governo do Estado. Izolda cobrou que todos os partidos da base aliada – PP, PT, PV, PC do B, PSD, MDB e PSB, sejam ouvidos para a decisão sobre a candidatura ao Palácio da Abolição.

O PDT deve anunciar, até o dia 15 de julho, qual nome encabeçará a chapa ao Governo do Estado. Quem aparecer melhor colocado na pesquisa que está sendo realizada será anunciado como candidato ou candidata. Izolda disputa a preferência de militantes do PDT com o ex-prefeito de Fortaleza, Roberto Cláudio, mas puxa também apoio do PT, do PP, do MDB, do PSB, do PV e do PC do B.

As lideranças desses partidos, de acordo com Izolda Cela, precisam ser chamadas a opinar sobre a escolha do nome para disputar a sucessão estadual. Ela não concorda que a decisão seja feita exclusivamente com base em uma pesquisa sobre as intenções de votos. Izolda considera que a aliança que hoje governa o Estado deve ser chamada para a decisão que definirá os rumos administrativos do Ceará pelos próximos quatro anos.

UNIÃO, DIÁLOGO E PARCERIA

A nota de Izolda Cela é aberta com uma reflexão sobre o papel de quem entra para a vida pública e prega diálogo, respeito e união. ‘’Acredito que o sentido de estar na vida pública é o propósito de servir à população. Para isso é preciso parceria, união de forças, diálogo permanente e respeito. Simplesmente porque não se faz nada sozinha. É dentro desta visão que tenho me manifestado sobre esse momento de definição de candidatura ao Governo do Estado. Defendendo fortemente a preservação da aliança que tem ajudado a construir este Projeto, e que vem trazendo avanços para o Ceará’’, escreve Izolda Cela em um manifesto que tem recados à cúpula estadual do PDT.

Em outro trecho, Izolda enfatiza: ‘’Para além da pesquisa, que fornece apenas o retrato do momento, a mais de três meses da eleição, penso que é preciso ter sempre em mente que o amplo diálogo e a união de forças tem sido fundamentais para o Ceará seguir em frente, com realizações importantes, com sustentabilidade, corrigindo erros e avanços’’, defende Izolda Cela, cobrando do PDT critérios mais amplos para definição do nome ao Governo do Estado.

O diálogo, como destaca a nota de Izolda Cela, é uma das marcas do atual projeto administrativo que começou em 2007 com o então Governador Cid Gomes. ‘’Temos feito isso ao longo do tempo. Diante disso, reafirmo meu compromisso de lutar para que não tenhamos retrocessos no Ceará, procurando me firmar sempre no propósito de buscar melhores dias para todas e todos os cearenses’’, observa a governadora.

Fonte: Ceará Agora

DIÁLOGO MAIS – O Bullying e sua consequências