(Foto: Divulgação)

A semana será marcada com a divulgação da primeira pesquisa do IPEC, após o início da propaganda eleitoral no rádio e na televisão, sobre as intenções de votos ao Governo do Estado e ao Senado. A pesquisa, com registro na Justiça Eleitoral sob o protocolo CE-08708/2022, foi contratada pela TV Verdes Mares e será divulgada na próxima quinta-feira (01).

De acordo com o protoloco no TSE, 1.200 eleitores estão sendo ouvidos entre os dias 26 de agosto e 1º de setembro. O levantamento tem um nível de confiança de 95%, com uma margem de erro de 3 pontos para mais ou para menos. A pesquisa do IPEC é a única registrada no TSE para divulgação nesta semana no Ceará.

A divulgação dos dados sobre o sentimento dos cearenses em relação aos candidatos ao Governo do Estado, ao Senado e à Presidência da República está programada para quinta-feira, sete dias após o início da propaganda eleitoral pelo rádio e televisão. O horário gratuito está no ar desde a última sexta-feira é um dos palanques mais valorizados pelos candidatos para maior aproximação com os eleitores.

O IPEC, antigo Ibope, realiza a pesquisa com duas vertentes – uma, estimulada, quando os entrevistados são abordados e os pesquisadores apresentam os nomes dos candidatos; a outra, espontânea, quando os eleitores e as eleitoras citam o nome do candidato a governador sem pesquisador mostrar quais postulantes estão na briga pelo Palácio da Abolição.

O questionário do IPEC que se encontra no site do Tribunal Regional Eleitoral (TRE) tem perguntas sobre a vinculação dos candidatos ao Governo do Estado com os presidenciáveis. Os chamados padrinhos políticos são um dos instrumentos que os pretendentes ao Palácio da Abolição contam para ganhar mais popularidade.

Quando o presidenciável não tem um bom desempenho eleitoral, os aliados no Ceará não fazem questão de tê-los com mais visibilidade. As pesquisas sobre as intenções de votos para Presidente da República mostram que, no Ceará, em primeiro lugar, está o presidenciável Lula, que é aliado de Elmano, ao Governo, e de Camilo, ao Senado.

O segundo colocado é o presidente Bolsonaro, candidato à reeleição, e aliado do Capitão Wagner, da aliança União Brasil-PL. Wagner não dado visibilidade a Bolsonaro e mantém o discurso de que, na disputa estadual, o que vale é o debate sobre propostas para melhorar a vida dos cearenses.
O candidato do PDT, Roberto Cláudio, teve a candidatura bancada pelo presidenciável Ciro Gomes, mas, nesses primeiros dias de propaganda no rádio e na televisão, decidiu não apresentar o seu padrinho político. Roberto tem o mesmo discurso do Capitão Wagner e considera que, a disputa é estadual, não adianta nacionalizá-la. Ciro aparece como terceiro lugar na preferência dos cearenses.

Fonte: Ceará Agora

 

PODCAST MAIS ROCK – Novidades de Sheryl Crow, The Killers, Kasabian, Suede e Slipknot