Em Istambul, na Turquia, um homem de 56 anos atingiu o recorde de testes positivos para o coronavírus. Ele é Muzaffer Kayasan, turco que há 14 meses consecutivos já possui 78 testes positivos para a covid-19.

Kayasan, segundo os médicos turcos, têm a infecção mais longa já registrada no país. Na visão de Muzzaffer Kayasan, ele estava destinado a morrer logo no primeiro diagnóstico por já ter outro problema sério de saúde: leucemia.

Revezando entre sua casa e o hospital desde novembro de 2020, ele continua confiante e ainda brinca que a versão feminina da covid está obcecada por ele. Serap Simsek Yavuz, médico de Kayasan e professor doutor de doenças infecciosas e microbiologia clínica da Universidade de Istambul, informou que o caso é o mais longo e está sob monitoramento para qualquer risco de uma variante mutante.

Diante do diagnóstico comprovado sem intervalo de tempo durante tantos meses, o paciente se torna inelegível para qualquer vacina contra a doença e deve esperar pela recuperação total para receber algum dos imunizantes já disponíveis.

Para os médicos, a situação do paciente pode estar relacionada a um sistema imunológico enfraquecido em razão do câncer. Longe da família desde o primeiro diagnóstico, Kayasan realiza testes diários em um computador. O mais recente foi feito na última 5ª feira (10.fev), e o resultado, mais uma vez, deu positivo.

Fonte: SBT News