(Foto: Reprodução)

O governo de Portugal aprovou na última quarta-feira (15), no Conselho de Ministros, uma nova tipologia de visto, destinada à procura por trabalho. O documento, segundo a imprensa internacional, facilita a entrada em território português de pessoas estrangeiras que queiram trabalhar lá por, no máximo, seis meses.

Também deve ficar mais ágil o processo de retirada de visto para estrangeiros que cursam o ensino superior e desejam trabalhar em Portugal. “Passa, sobretudo, a haver uma facilitação na emissão dos vistos”, afirma o jornal TSF.

O intuito, de acordo com outros periódicos portugueses, é suprir a escassez de mão-de-obra no país. No entanto, o governo nega estar em busca de “mão-de-obra barata”. Segundo Ana Catarina Mendes, ministra-adjunta e dos Assuntos Parlamentares, a intenção é, inclusive, aumentar o salário mínimo “para todos os que aqui cheguem e que aqui estão”.

VISTO DE RESIDÊNCIA

Além disso, o governo português decidiu autorizar a concessão de estadia temporária ou de visto de residência para o exercício de atividade subordinada ou independente aos profissionais que prestem serviço remoto fora do país, os chamados “nômades digitais”.

Fonte: Diário do Nordeste

PODCAST MAIS SAÚDE – Transtorno de Ansiedade

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui