(Foto: Divulgação)

Pelas redes sociais, Ricardo Salles afirmou que uma “horda de bárbaros atacou a comitiva”. “Jogaram pedras, chutaram carro e quebraram pára-brisa. Na confusão, um dos carros derrubou uma moto quase parada. Falamos mais à frente com o rapaz, que nada sofreu. E a moto, nada de grave. Turma maconheiros pró-democracia”, postou.

O episódio aconteceu em frente à Escola Superior de Propaganda e Marketing (ESPM), na zona sul de São Paulo. Ricardo estava no local ministrando uma palestra. Do lado de forma, um grupo de estudantes realiza um protesto contra a presença do ex-ministro no local.

Em junho de 2021, Ricardo Salles pediu demissão do Ministério do Meio Ambiente. A exonaração foi foi publicada no Diário Oficial da União.

Ricardo Salles, que ocupava o cargo desde o início do mandato de Bolsonaro, em 2019, é investigado em dois inquéritos no Supremo Tribunal Federal (STF).

Fonte: GCmais