(Foto: Reprodução)

Adrilles Jorge, comentarista da Jovem Pan, foi demitido após ter reproduzido um gesto com a mão direita — associado por espectadores à saudação nazista “Sieg Heil” — em programa de TV, nesta terça-feira (08).

O ex-BBB comentou a demissão e negou que tenha tido a intenção de reproduzir o gesto.

“Fui demitido da Jovem Pan . Por dar um tchau deturpado por canceladores. Infelizmente a pressão de uma turba canceladora e sua sanha de sangue surtiram efeito. Agradeço a Jovem Pan pela oportunidade e a todos os amigos que lá conquistei e que em mim confiam e apoiam.”, defendeu-se o comentarista em sua rede social.

O gesto aconteceu após término de um debate sobre as declarações dadas pelo ex-apresentador do Flow Podcast, Bruno Aiub, conhecido como Monark, de 31 anos, que defendeu, na segunda-feira (7), a liberação para a criação de um partido nazista no Brasil.

Nesta quarta-feira (9), após a demissão do ex-BBB, a Jovem Pan emitiu um comunicado, onde, sem citar o nome do comentarista demitido, afirma que dá limites aos seus comentaristas, porém respeitando as legislações vigentes no País, e que não endossa qualquer manifestação que leve a discurso de ódio.

Esclarecimento de Adrilles Jorge:

Fonte: Diário do Nordeste