(Foto: Reprodução)

O euro renovou nesta segunda-feira (22) seu menor valor frente ao dólar em 20 anos: a moeda comum europeia chegou a ser negociada a US$ 0,9932 – a menor cotação desde novembro de 2002, ano em que ela entrou em circulação.

A queda na cotação do euro é beneficiada pela determinação de vários diretores do Federal Reserve (Fed, banco central americano) de elevar a taxa de juros para conter a escalada da inflação nos EUA.

Enquanto a economia europeia enfrenta com o aumento dos preços da energia, que limita a margem de manobra do Banco Central Europeu e do Banco de Inglaterra, o euro recuava mais de 1% frente à moeda norte-americana.

Nos Estados Unidos, apesar das previsões de algumas autoridades financeiras de que o Fed reduziria o ritmo de aumentos, vários membros da instituição insistiram que o aumento nas taxas vai prosseguir.

Mínima histórica?

O euro entrou em circulação como moeda corrente em 1º de janeiro de 2002 – em fevereiro daquele ano, a mínima chegou a US$ 0,8637, abaixo do valor desta segunda-feira.

Três anos antes, no entanto, ele já existia como moeda contábil (algo com alguma semelhança com a URV, usada no Brasil na implantação do Plano Real). Nesse período, o euro chegou a ficar bem abaixo do dólar, atingindo a mínima de US$ 0,8271 em outubro de 2000.

Fonte: G1