(Foto: Reprodução)

No mesmo dia em que o PDT definiu que lançará o ex-prefeito Roberto Cláudio como candidato à sucessão Estadual, o ex-senador Eunício Oliveira (MDB) esteve reunido com o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) e com o deputado federal José Guimarães (PT) em São Paulo para tratar da campanha eleitoral no Ceará.

Após o encontro, o presidente do MDB no Estado disse que o diálogo foi “excelente”. Na ocasião, ele ressaltou que, após andanças pelo interior do Ceará nas últimas semanas, o sentimento é de que a “população cearense quer retornar ao caminho da esperança, prosperidade e da justiça social”.

Na semana passada, Eunício reforçou, em entrevista ao Diário do Nordeste, seu veto ao nome de Roberto Cláudio como candidato do grupo governista. Ele articulava, inclusive, se lançar como candidato ao Governo do Estado, desde que com apoio do PT, de Camilo e de outros partidos políticos já mirando no racha entre PT e PDT caso a governadora Izolda Cela fosse preterida por sua legenda.

ROMPE OU NÃO?

Eunício é uma das lideranças que deve se reunir com a cúpula do PT no Ceará nesta semana para definir a estratégia eleitoral no Estado. Apesar de ainda não ter confirmado o rompimento com o PDT na disputa pelo Governo do Estado, lideranças do Partido dos Trabalhadores têm dado acenos de que o racha não está descartado.

Inclusive, nesta terça, o diretório petista divulgou que inicia hoje os encontros de uma agenda de articulações para definir o candidato ao Governo do Ceará.

Ainda na segunda, o ex-governador Camilo Santana lamentou a decisão do diretório do PDT em escolher a pré-candidatura de Roberto Cláudio para eleição deste ano. O ex-gestor da Capital foi escolhido após votação do diretório estadual pedetista, por 55 votos contra 29 e uma abstenção.

Fonte: Diário do Nordeste

MAIS ROCK – Novas músicas do Interpol e do Journey e um especial em homenagem ao músico grego Vangelis