Foto: Cavalcante Neto
Foto: Cavalcante Neto

“Porque ainda somos submetidos a esse tipo de condição com a delegacia neste mais completo abandono. Entulhos, motos apreendidas, uma piscina que é um foco de doenças e mosquitos a noite e ninguém consegue trabalhar e como é que a população tem que se sujeitar porque o cidadão quando vem a delegacia ele necessita do atendimento vítima de algum crime e nesse caso ele está sendo vitimado mais uma vez pelo estado”. São palavras da vice-presidente do Sinpoce – Sindicato dos Policiais Civis do Ceará, Ana Paula Cavalcante, após uma visita as dependências do prédio provisório da delegacia.

 

Durante a manhã dessa quinta-feira (14), a representante do Sinpoce, visitou todos os departamentos e constatou que não somente a externa da DRPC estava abandonado, como toda estrutura está comprometida. Na sala onde funciona o cartório, a fiação elétrica está exposta e janelas com tapumes sem as mínimas condições de trabalho.

Em visita a recepção, a decepção foi maior da sindicalista em constatar que as cadeiras estão quebradas e forradas com folhas de jornais. “A delegacia está pronta, estivemos lá, fizemos imagens, mas inclusive quando estávamos lá, como já está pronta e não foi inaugurada, já começam aparecer focos de dengue, constatados pela saúde pública.

Quanto a inauguração só quem poderá informar será o governo do estado e não se admite é essa situação. As medidas que serão tomadas, primeira será uma representação ao Ministério Público e cobrar a responsabilidade a quem cabe”, disse a vice-presidente, acrescentando que não é somente Iguatu que está nessas condições, mas outras delegacias também passam pelo mesmo problema.