Connect with us

Mundo

Ensino de História em Portugal perpetua mito do ‘bom colonizador’ e banaliza escravidão, diz pesquisadora

Publicado

on

“De igual modo, em virtude dos descobrimentos, movimentaram-se povos para outros continentes (sobretudo europeus e escravos africanos).”

É dessa forma – “como se os negros tivessem optado por emigrar em vez de terem sido levados à força” – que o colonialismo ainda é ensinado em Portugal.

Quem critica é a portuguesa Marta Araújo, investigadora principal do Centro de Estudos Sociais (CES) da Universidade de Coimbra.

De setembro de 2008 a fevereiro de 2012, ela coordenou uma minuciosa pesquisa ao fim da qual concluiu que os livros didáticos do país “escondem o racismo no colonialismo português e naturalizam a escravatura”.

Além disso, segundo Araújo, “persiste até hoje a visão romântica de que cumprimos uma missão civilizatória, ou seja, de que fomos bons colonizadores, mais benevolentes do que outros povos europeus”.

“A escravatura não ocupa mais de duas ou três páginas nesses livros, sendo tratada de forma vaga e superficial. Também propagam ideias tortuosas. Por exemplo, quando falam sobre as consequências da escravatura, o único país a ganhar maior destaque é o Brasil e mesmo assim para falar sobre a miscigenação”, explica.

“Por trás disso, está o propósito de destacar a suposta multirracialidade da nossa maior colônia que, neste sentido, seria um exemplo do sucesso das políticas de miscigenação. Na prática, porém, sabemos que isso não ocorreu da forma como é tratada”, questiona.

Araújo diz que “nada mudou” desde 2012 e argumenta que a falta de compreensão sobre o assunto traz prejuízos.

“Essa narrativa gera uma série de consequências, desde a menor coleta de dados sobre a discriminação étnico-racial até a própria não admissão de que temos um problema de racismo”, afirma.

Escravos por Debret‘Vítimas passivas?’
Para realizar a pesquisa, Araújo contou com a ajuda de outros pesquisadores. O foco principal foi a análise dos cinco livros didáticos de História mais vendidos no país para alunos do chamado 3º Ciclo do Ensino Básico (12 a 14 anos), que compreende do 7º ao 9º ano.

Além disso, a equipe também examinou políticas públicas, entrevistou historiadores e educadores, assistiu a aulas e conduziu workshops com estudantes.

Em um deles, as pesquisadoras presenciaram uma cena que chamou a atenção, lembra Araújo.

Na ocasião, os alunos ficaram surpresos ao saber de revoltas das próprias populações escravizadas. E também sobre o verdadeiro significado dos quilombos ─ destino dos escravos que fugiam, normalmente locais escondidos e fortificados no meio das matas.

“Em outros países, há uma abertura muito maior para discutir como essas populações lutavam contra a opressão. Mas, no caso português, os alunos nem sequer poderiam imaginar que eles se libertavam sozinhos e continuavam a acreditar que todos eram vítimas passivas da situação. É uma ideia muito resignada”, diz.

Araújo destaca que nos livros analisados “não há nenhuma alusão à Revolução do Haiti (conflito sangrento que culminou na abolição da escravidão e na independência do país, que passou a ser a primeira república governada por pessoas de ascendência africana)”.

Já os quilombos são representados, acrescenta a pesquisadora, como “locais onde os negros dançavam em um dia de festa”.

“Como resultado, essas versões acabam sendo consensualizadas e não levantam as polêmicas necessárias para problematizarmos o ensino da História da África.”

‘Visão romântica’
Araújo diz que, diferentemente de outros países, os livros didáticos portugueses continuam a apregoar uma visão “romântica” sobre o colonialismo português.

“Perdura a narrativa de que nosso colonialismo foi um colonialismo amigável, do qual resultaram sociedades multiculturais e multirraciais – e o Brasil seria um exemplo”, diz.

Ironicamente, contudo, outras potências colonizadoras daquele tempo não são retratadas de igual forma, observa ela.

“Quando falamos da descoberta das Américas, os espanhóis são descritos como extremamente violentos sempre em contraste com a suposta benevolência do colonialismo português. Já os impérios francês, britânico e belga são tachados de racistas”, assinala.

“Por outro lado, nunca se fala da questão racial em relação ao colonialismo português. Há despolitização crescente. Os livros didáticos holandeses, por exemplo, atribuem a escravatura aos portugueses”, acrescenta.

Segundo ela, essa ideia da “benevolência do colonizador português” acabou encontrando eco no luso-tropicalismo, tese desenvolvida pelo cientista social brasileiro Gilberto Freire sobre a relação de Portugal com os trópicos.

Em linhas gerais, Freire defendia que a capacidade do português de se relacionar com os trópicos ─ não por interesse político ou econômico, mas por suposta empatia inata ─ resultaria de sua própria origem ética híbrida, da sua bicontinentalidade e do longo contato com mouros e judeus na Península Ibérica.

Apesar de rejeitado pelo Estado Novo de Getúlio Vargas (1930-1945), por causa da importância que conferia à miscigenação e à interpenetração de culturas, o luso-tropicalismo ganhou força como peça de propaganda durante a ditadura do português António de Oliveira Salazar (1932-1968). Uma versão simplificada e nacionalista da tese acabou guiando a política externa do regime.

“Ocorre que a questão racial nunca foi debatida em Portugal”, ressalta Araújo.

Passagem de livro didático em Portugal‘Sem resposta’
A pesquisadora alega que enviou os resultados da pesquisa ao Ministério da Educação português, mas nunca obteve resposta.

“Nossa percepção é que os responsáveis acreditam que tudo está bem assim e que medidas paliativas, como festivais culturais sazonais, podem substituir a problematização de um assunto tão importante”, critica.

Nesse sentido, Araújo elogia a iniciativa brasileira de 2003 que tornou obrigatório o ensino da história e cultura afro-brasileira e indígena em todas as escolas, públicas e particulares, do ensino fundamental até o ensino médio.

“Precisamos combater o racismo, mas isso não será possível se não mudarmos a forma como ensinamos nossa História”, conclui.

Procurado pela BBC Brasil, o Ministério da Educação português não havia respondido até a publicação desta reportagem.

Fonte: BBC

Radio Ao vivo

SAIU NA MAIS

anúncio
Mundo2 dias atrás

Encontrado sarcófago de 3.500 anos atrás com imagens semelhantes a Marge Simpson

Brasil2 dias atrás

Anatel publica medidas para coibir a venda online de celulares sem certificação

Ceará2 dias atrás

Docentes das universidades federais do Ceará decidiram encerrar coletivamente a greve

Videos2 dias atrás

AO VIVO – MAIS JUSTIÇA 21/06/2024

Videos2 dias atrás

AO VIVO – MAIS NOTÍCIAS – 21/06/2024

Videos3 dias atrás

AO VIVO – MANHÃ DE NOTÍCIAS 21/06/2024

Ceará3 dias atrás

UFC receberá um investimento de R$ 120 milhões para obras do novo Hospital Universitário e novo Campus Iracema

Noticias3 dias atrás

Sete pessoas foram mortas a tiros em uma chacina, no interior do Ceará

Noticias5 dias atrás

Faixa de renda entre um e dois salários mínimos aumentou para 35,1%, no Brasil

Esportes5 dias atrás

Wesley Safadão assinou contrato para atuar como jogador profissional

Noticias5 dias atrás

Quatro cidades do Ceará estão entre as 50 mais violentas do Brasil

Ceará6 dias atrás

Maior espécie de garça do Brasil foi resgatada no Ceará

Noticias6 dias atrás

Registros de chuvas no estado do Ceará já ultrapassaram as precipitações durante todo o ano de 2023

Ceará6 dias atrás

PRF no Ceará recuperou 70 veículos clonados, em 2024

Ceará7 dias atrás

Habitação e veículo próprio são prioridades de consumo para os cearenses

Noticias7 dias atrás

Pesquisadores da Finlândia acreditam ter identificado a região cerebral associada à gagueira

Ceará7 dias atrás

Cidades cearenses experimentaram temperaturas mínimas inferiores a 20ºC

Noticias2 semanas atrás

Cantor Nahim morre, aos 71 anos, após um acidente onde caiu de uma escada

Noticias2 semanas atrás

Animais feridos durante as enchentes no RS serão tratados com pele de tilápia

Brasil2 semanas atrás

Bloqueio atmosférico poderá resultar em níveis de umidade do ar abaixo do ideal

Iguatu2 semanas atrás

CONTAS REPROVADAS: Tribunal Recusa Pedido de Tutela Provisória de Urgência de Ednaldo de Lavor Couras contra Estado do Ceará

Noticias2 semanas atrás

Câmara dos Deputados finalizou a votação do imposto conhecido como “taxa das blusinhas”

Concursos2 semanas atrás

Prazo de inscrição do concurso para policial penal é prorrogado

Noticias2 semanas atrás

Ceará tem 6.940.465 eleitores aptos a votar nas eleições municipais de 2024

Noticias2 semanas atrás

Divulgada nova pesquisa sobre sinal de rádio a 3,5 bilhões de anos-luz

Esportes2 semanas atrás

Fortaleza é tricampeão da Copa do Nordeste

Noticias2 semanas atrás

Artista circense e cadeirante acrobata completa mais de 40 anos de trajetória artistica com novo espetáculo

Ceará3 semanas atrás

4 apostas feitas no Ceará tiveram sorte e ganharam prêmios de até R$ 102 mil na Quina

Noticias3 semanas atrás

Período chuvoso no Ceará, encerrou este ano com acumulado de 764,8 milímetros de chuva

Noticias3 semanas atrás

Venda de veículos 0km teve um crescimento expressivo de 96,42%, no Ceará

Mundo2 dias atrás

Encontrado sarcófago de 3.500 anos atrás com imagens semelhantes a Marge Simpson

Brasil2 dias atrás

Anatel publica medidas para coibir a venda online de celulares sem certificação

Ceará2 dias atrás

Docentes das universidades federais do Ceará decidiram encerrar coletivamente a greve

Videos2 dias atrás

AO VIVO – MAIS JUSTIÇA 21/06/2024

Videos2 dias atrás

AO VIVO – MAIS NOTÍCIAS – 21/06/2024

Videos3 dias atrás

AO VIVO – MANHÃ DE NOTÍCIAS 21/06/2024

Ceará3 dias atrás

UFC receberá um investimento de R$ 120 milhões para obras do novo Hospital Universitário e novo Campus Iracema

Noticias3 dias atrás

Sete pessoas foram mortas a tiros em uma chacina, no interior do Ceará

Noticias5 dias atrás

Faixa de renda entre um e dois salários mínimos aumentou para 35,1%, no Brasil

Esportes5 dias atrás

Wesley Safadão assinou contrato para atuar como jogador profissional

Noticias5 dias atrás

Quatro cidades do Ceará estão entre as 50 mais violentas do Brasil

Ceará6 dias atrás

Maior espécie de garça do Brasil foi resgatada no Ceará

Noticias6 dias atrás

Registros de chuvas no estado do Ceará já ultrapassaram as precipitações durante todo o ano de 2023

Ceará6 dias atrás

PRF no Ceará recuperou 70 veículos clonados, em 2024

Ceará7 dias atrás

Habitação e veículo próprio são prioridades de consumo para os cearenses

Noticias7 dias atrás

Pesquisadores da Finlândia acreditam ter identificado a região cerebral associada à gagueira

Ceará7 dias atrás

Cidades cearenses experimentaram temperaturas mínimas inferiores a 20ºC

Noticias2 semanas atrás

Cantor Nahim morre, aos 71 anos, após um acidente onde caiu de uma escada

Noticias2 semanas atrás

Animais feridos durante as enchentes no RS serão tratados com pele de tilápia

Brasil2 semanas atrás

Bloqueio atmosférico poderá resultar em níveis de umidade do ar abaixo do ideal

Iguatu2 semanas atrás

CONTAS REPROVADAS: Tribunal Recusa Pedido de Tutela Provisória de Urgência de Ednaldo de Lavor Couras contra Estado do Ceará

Noticias2 semanas atrás

Câmara dos Deputados finalizou a votação do imposto conhecido como “taxa das blusinhas”

Concursos2 semanas atrás

Prazo de inscrição do concurso para policial penal é prorrogado

Noticias2 semanas atrás

Ceará tem 6.940.465 eleitores aptos a votar nas eleições municipais de 2024

Noticias2 semanas atrás

Divulgada nova pesquisa sobre sinal de rádio a 3,5 bilhões de anos-luz

Esportes2 semanas atrás

Fortaleza é tricampeão da Copa do Nordeste

Noticias2 semanas atrás

Artista circense e cadeirante acrobata completa mais de 40 anos de trajetória artistica com novo espetáculo

Ceará3 semanas atrás

4 apostas feitas no Ceará tiveram sorte e ganharam prêmios de até R$ 102 mil na Quina

Noticias3 semanas atrás

Período chuvoso no Ceará, encerrou este ano com acumulado de 764,8 milímetros de chuva

Noticias3 semanas atrás

Venda de veículos 0km teve um crescimento expressivo de 96,42%, no Ceará

Videos2 dias atrás

AO VIVO – MAIS JUSTIÇA 21/06/2024

Videos2 dias atrás

AO VIVO – MAIS NOTÍCIAS – 21/06/2024

Videos3 dias atrás

AO VIVO – MANHÃ DE NOTÍCIAS 21/06/2024

Videos3 semanas atrás

AO VIVO – MAIS NOTÍCIAS – 04/06/2024

Videos3 semanas atrás

AO VIVO – MAIS NOTÍCIAS – 03/06/2024

Videos3 semanas atrás

AO VIVO – MANHÃ DE NOTÍCIAS 03/06/2024

Videos3 semanas atrás

AO VIVO – MAIS JUSTIÇA 31/05/2024

Videos3 semanas atrás

AO VIVO – MAIS NOTÍCIAS – 31/05/2024

Videos3 semanas atrás

AO VIVO – MANHÃ DE NOTÍCIAS 31/05/2024

Videos4 semanas atrás

AO VIVO – MAIS NOTÍCIAS – 29/05/2024

Videos4 semanas atrás

AO VIVO – MANHÃ DE NOTÍCIAS 29/05/2024

Videos4 semanas atrás

AO VIVO – MAIS NOTÍCIAS – 28/05/2024

Videos4 semanas atrás

AO VIVO – MANHÃ DE NOTÍCIAS 28/05/2024

Videos4 semanas atrás

AO VIVO – MAIS NOTÍCIAS – 27/05/2024

Videos4 semanas atrás

AO VIVO – MANHÃ DE NOTÍCIAS 27/05/2024

Videos4 semanas atrás

AO VIVO – MAIS JUSTIÇA 24/05/2024

Videos1 mês atrás

AO VIVO – MAIS NOTÍCIAS – 24/05/2024

Videos1 mês atrás

AO VIVO – MANHÃ DE NOTÍCIAS 24/05/2024

Videos1 mês atrás

AO VIVO – MAIS NOTÍCIAS – 23/05/2024

Videos1 mês atrás

AO VIVO – MANHÃ DE NOTÍCIAS 23/05/2024

Videos1 mês atrás

AO VIVO – MAIS NOTÍCIAS – 22/05/2024

Videos1 mês atrás

AO VIVO – MANHÃ DE NOTÍCIAS 22/05/2024

Videos1 mês atrás

AO VIVO – MAIS NOTÍCIAS – 21/05/2024

Videos1 mês atrás

AO VIVO – MANHÃ DE NOTÍCIAS 21/05/2024

Videos1 mês atrás

AO VIVO – MAIS NOTÍCIAS – 20/05/2024

Videos1 mês atrás

AO VIVO – MANHÃ DE NOTÍCIAS 20/05/2024

Videos1 mês atrás

AO VIVO – MAIS JUSTIÇA 17/05/2024

Videos1 mês atrás

AO VIVO -MAIS NOTÍCIAS – 17/05/2024

Videos1 mês atrás

AO VIVO – MANHÃ DE NOTÍCIAS 17/05/2024

Videos1 mês atrás

AO VIVO – MANHÃ DE NOTÍCIAS 16/05/2024

EM ALTA