DCIM100MEDIADJI_0042.JPG

Na tarde desta terça-feira, por volta das 16h, o Corpo de Bombeiros de Iguatu, encontrou no Cruiri, nas proximidades da Secretaria de Agricultura do Município, o corpo de Francisco Aurílio Ferreira Duarte, conhecido popularmente como “Aurélio”, de 44 anos de idade.

Parentes,familiares e amigos correram para o local quando souberam do achado

O mesmo havia desaparecido nas águas do Rio Jaguaribe,depois de ter pulado da passarela, que fica em anexo a Ponte Demócrito Rocha, nesta últila segunda-feira, por volta das 12h.Alguns populares chegam a afirmar que o mesmo caiu e não que teria pulado de plena e espontânea vontade. Logo após o seu desaparecimento nas águas, o Corpo de Bombeiros de Iguatu, começou as buscas, mas não tendo êxito, até as 18h da segunda-feira,08/04,quando as buscas foram encerradas.

Corpo foi achado nas proximidades da Secretaria de Agricultura

Logo nas primeiras horas da manhã desta terça-feira,09/04,o Corpo de Bombeiros iniciou as buscas na região da Gameleira,onde por volta das 9h foi encontrado o corpo do primeiro homem desaparecido na última sexta-feira. Já nessa tarde o Corpo de Bombeiros se dedicou a buscar o corpo de Aurélio, encontrando-o preso em galhos de árvores, sendo retirado em seguida e trazido no bote salva-vidas até as margens da Travessa São Gabriel,na Vila Neuma. Familiares,amigos e conhecidos correram para o local depois de saber que o mesmo havia sido encontrado.

Rabecão do IML levou o corpo para necropsia

Segundo os familiares ele não gostava de ir para a Ponte,nem mesmo de atravessá-la,mas fatalmente nesta segunda-feira, foi até o local e acabou perdendo sua vida.Segundo os bombeiros, a maior dificuldade de encontrar os corpos é a sujeira existente no leito do Rio, necessitando de paciência e um trabalho redobrado para que o trabalho seja executado.Foi um trabalho de mais de 26 horas,segundo o Sub-Tenente Alcântara.O rabecão da Perícia forense levou o corpo até o IML de Iguatu.