O volume de chuva acumulado nos primeiros 15 dias deste mês atingiu uma marca inédita no Ceará. O índice já é superior a todos os outros meses de novembro desde 1972 – data em que a Funceme inicia o monitoramento no Estado.

Em nenhuma outra vez, nas últimas 50 décadas, novembro registrou tanta chuva. Este volume atual já supera em 10 vezes a média histórica para todo o mês, que é de apenas 5,8 mm. Os dados, no entanto, são parciais e podem sofrer alteração tanto para mais quanto para menos.

Mas, o que explica tantos volumes pluviométricos neste mês que antecede a abertura oficial da pré-estação chuvosa (dezembro-janeiro) no Ceará?

O meteorologista do Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet), Flaviano Fernandes, explica que um fenômeno chamado de Zona de Convergência do Atlântico Sul (ZCAS) tem atuado com intensidade e, isso, “contribui para ocorrência das chuvas”.

 

Fonte: Diário do Nordeste

DIÁLOGO MAIS – A REFORMA LUTERADA DE 31 DE OUTUBRO DE 1517 – EPISÓDIO 1