Uemura é tido como um dos principais responsáveis pelos consoles Famicom e Super Famicom.

Morreu na última segunda-feira, 6, Masayuki Uemura, engenheiro e criador dos consoles Super Nintendo Entertainment System (SNES) e Nintendo Entertainment System (NES). Ele tinha 78 anos de idade e a informação de sua morte foi veiculada apenas nesta quinta-feira, 9, pela Universidade de Ritsumeikan, em Kyoto, no Japão. Uemura trabalhava na instituição de ensino. Não foi divulgada a causa de sua morte até a publicação desta matéria.

O engenheiro começou sua trajetória na Nintendo em 1972, onde se tornou chefe do R&D2, laboratório de pesquisa e desenvolvimento da empresa. Assim, ele passou a realizar a supervisão de alguns dos principais projetos da Nintendo, como o console Color TV-Game.

(Foto: Reprodução)

Uemura é tido como um dos principais responsáveis pelos consoles Famicom e Super Famicom, bem como suas versões NES (também conhecido como Nintendinho no Brasil) e o Super Nintendo para o Ocidente. O Nintendinho foi lançado em 1983 e alcançou a marca de cerca de 62 milhões de unidades vendidas. Sua versão posterior chegou até a ser fabricada no Brasil tamanho foi o sucesso adquirido.

Masayuki Uemura saiu da Nintendo em 2004, embora tenha continuado como consultor de desenvolvimento na empresa. Ao longo desse período, ele se dedicou à pesquisa acadêmica na Universidade Ritsumeikan, onde atuava como professor. Ele chegou a ser nomeado diretor do Centro da Universidade Ritsumeikan para Estudos de Jogos (Ritsumeikan University Center for Game Studies).

Fonte: O Povo

PODCAST DIÁLOGO MAIS – A violência contra o idoso