O Conselho Regional de Corretores de Imóveis (CRECI) irá realizar nessa quarta-feira (25/09) no auditório do SENAC – Unidade de Iguatu uma série de palestras com corretores de imóveis, advogados e membros da comissão de direito imobiliário da OAB-CE para tirar dúvidas de corretores da Região Centro-Sul do Estado sobre Documentação e Locação imobiliária e contratos de compra e venda. O evento será gratuito e aberto a população.

O objetivo é orientar os corretores de imóveis quanto à postura comercial ideal no momento da prospecção de clientes para a prestação dos serviços de avaliação imobiliária, como elaborar uma proposta comercial de valor para assim formalizar a relação sem perder o brilho comercial ainda em latência, como elaborar o contrato de prestação de serviços de avaliação imobiliária após o aceite das condições previstas na proposta comercial, como ir a campo fazer as pesquisas para em fim executar os serviços para o qual foram contratados e como realizar uma reunião de entrega dos serviços com a dissertação sobre o parecer técnico que contém todos os fatos devidamente apurados pelo perito Imobiliário.

Diante de cenário econômico mais otimista que no ano passado, o ramo imobiliário surge como uma opção segura para investir, pois temos a cultura em que possuir imóvel transmite maior sensação de segurança. Logo, o desafio do corretor de imóveis é se manter qualificado e à altura de um mercado cada vez mais exigente.”A Praxe do mercado é quando você capta um imóvel, seja para você locar ou vender, o corretor não se preocupa em realizar as pesquisas necessárias nesse momento. Depois, no ato de realização do negócio, se depara com uma série de exigências e empecilhos e perde, consequentemente, todo um tempo todo para organizar todos os documentos. A primeira indagação que fazemos, na verdade, é sobre a importância de cada documento? Será mesmo necessário se preocupar com todo “esse” tipo de documento? Vou levá-los diretamente e objetivamente para o principal ponto dessa exigência toda referentes a documentação das partes e do imóvel: No direito se chama de Fraude contra credores. Mas, então, O que significa a fraude contra credores? São essas as perguntas que vamos responder no curso”, explica o palestrante Apolo Filho, advogado e corretor de imóveis.

“Juridicamente, existe um princípio que toda pessoa (física ou jurídica) responde por suas obrigações (dívidas) com o patrimônio do qual ela dispõe. Ou seja, ela vai utilizar todo aquele patrimônio para pagar suas dívidas. Por outro lado, utiliza-se a seguinte frase na execução: “Quem não tem bens, não tem dívidas”. Dessa forma, aquela pessoa que possui dívidas não pode alienar ou dispor do seu patrimônio caso falte ou desfalque a pretensão de seus credores. Como se sabe, o direito sobre os bens imóveis passa por um sistema registral. Cada imóvel, no mundo ideal, possui sua matrícula registrada no cartório de Registro de Imóveis. Desse modo, consultando uma certidão de matrícula de determinado imóvel, é muito fácil descobrir se o devedor tem ou não aquele bem, se aquele imóvel está penhorado ou não; se possui outros ônus reais referente aquele imóvel, entre outras informações”, alerta Apollo Filho, que também é diretor do setor de Educação Continuada do Creci Ceará.

Palestrantes

Apolo Scherer Filho é advogado e corretor de imóveis, dirigente imobiliário, autor do livro “Locação Imobiliária: do corretor ao advogado”, doutorando em Direito pela Universidade Federal de Buenos Aires (UBA), Coordenador e professor de Pós Graduação Em Direito Imobiliário, Especialista em Direito Imobiliário, Diretor da Educação Continuada do Interior (CRECI/CE), Membro da Comissão de Direito Imobiliário da OAB/CE.

Hebert Reis é Corretor de imóveis há mais de 8 anos, advogado e consultor na área imobiliária. Professor e palestrante universitário. Pós graduado em Direito Imobiliário UNIFOR, MBA em Gestão e desenvolvimentos de Negócios Imobiliários UNIFOR, Pós Graduando em Direito Ambiental pela UNICID.

Rodrigo Costa é Corretor de Imóveis, advogado, especialista na área de administração de imóveis. É atual presidente da Comissão de Direito Imobiliário da OAB-CE, e presidente da Comissão de Ética do CRECI-CE.

*Com informações da Assessoria de Comunicação CRECI