(Foto: Reprodução)

O Reino Unido chegou nesta terça-feira (19) à maior temperatura da sua história, em meio a uma das piores ondas de calor na Europa na última década que especialistas associam ao aquecimento global. Os termômetros nos arredores do aeroporto de Heathrow, em Londres, marcaram 40,2°C.

O serviço nacional de meteorologia do país, o Met Office, confirmou que a temperatura é a maior desde que o início das medições no Reino Unido. O chefe de ciência e tecnologia do Met Office, Stephen Belcher, associou o recorde ao aquecimento global e afirmou que, em outro caso, seria virtualmente impossível que o país chegasse a 40ºC.

Por causa das altas temperaturas, incêndios começaram a ser registrados em Londres, atingindo rodovias e áreas residenciais, e o prefeito, Sadiq Kahn, afirmou que há diversos focos de incêndio nos arredores da capital britânica.

Como ao longo do dia as temperaturas ainda devem subir, o recorde está sendo considerado temporário. Mais cedo, as temperaturas já haviam atingido a maior temperatura até então registrada na história do país, de 39,1ºC na cidade de Charlwood, no sul.

Fonte: G1