(Foto: Reprodução)

O Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) inicia, nesta segunda-feira (1º), o Censo Demográfico 2022. No Ceará, 7.348 recenseadores foram treinados para a realização do trabalho, dos quais 2.269 atuarão apenas em Fortaleza.

Segundo o chefe da unidade estadual do IBGE no Ceará, Francisco Lopes, os recenseadores visitarão cerca de 3 milhões de domicílios no estado. As visitas ocorrem a partir de 6h e vão até o período noturno, de domingo a domingo.

Nas visitas, os profissionais do IBGE fazem georreferenciamento dos domicílios logo após a chegada. Em seguida, o profissional se apresenta e informa o propósito da pesquisa, podendo aplicar dois modelos de questionário:

Comum, com 26 questões, com perguntas básicas, como nome, sexo, idade, escolaridade e questões referentes ao domicílio. Esse modelo é respondido em cerca de cinco minutos e aplicado em 90% das entrevistas.

Questionário do Dispositivo Móvel de Coleta (DMC), com 77 perguntas. Além dos questionamentos básicos, o modelo indaga informações sobre cor, religião, fecundidade, deficiência e outros aspectos da vida dos residentes. Dura cerca de 15 minutos e é aplicado em apenas 10% das visitas.

Além do questionário presencial, a população pode, ainda, responder às perguntas do IBGE por meio de telefone ou da internet. Nesse último caso, o recenseador gera um voucher, com uma senha a ser utilizada pelo participante em meio eletrônico.

Caso a pessoa não possa participar do Censo no momento da visita, ela pode, também, marcar novo horário de recebimento do recenseador no domicílio.

“Esse trabalho é importantíssimo para o país, para o estado, para a nação brasileira”, considerou o chefe estadual da instituição. “A gente conclama a população cearense a receber bem o recenseador do IBGE para fornecer os dados.”

Fonte: G1