Ceará tem média de 169 casos de dengue por dia; número supera a média histórica

O Estado já contabiliza este ano 63 mortes e 52.261 casos confirmados da doença. Fortaleza apresentou o maior número de óbitos.

A Secretaria da Saúde do Estado (Sesa) confirmou 52.261 casos de dengue no Ceará, nesta sexta-feira, 6, atingindo uma média de 169 casos por dia em 2015. O índice é o maior registrado no Estado, ficando a frente do ano de 2011, quando houve o maior número de casos de dengue – 56.818 – alcançando a média de 155 registros da doença por dia. Em 2015, foram registradas 63 mortes provocadas pelo mosquito Aedes aegypti.

Os casos confirmados neste ano ocorreram em todas as 22 Coordenadorias Regionais de Saúde (CRES), em 168 municípios. Segundo a Sesa, em 74 cidades cearenses, a incidência ficou acima de 300 por 100 mil habitantes. Dos casos confirmados de dengue, predomina a faixa etária de 20 a 29 anos.

Das mortes confirmadas, Fortaleza apresentou o maior número, com 30 óbitos. A Capital é seguida por Caucaia (5), Maracanaú (4) e Beberibe (3). A Secretaria investiga 101.003 casos suspeitos de dengue.

O mês de maio foi o período com mais casos confirmados da doença, com 15.746, e com o maior número de mortes, segundo o boletim epidemiológico da Sesa. Os meses de junho e de abril, com 10.817 e 9.117 casos confirmados, também se destacaram.

Redação O POVO Online