Capital receberá R$ 2 milhões para o serviço de Hemodiálise Foto: Arquivo

Capital receberá R$ 2 milhões para o serviço de Hemodiálise Foto: Arquivo
Capital receberá R$ 2 milhões para o serviço de Hemodiálise Foto: Arquivo
O Ministério da Saúde anunciou a liberação de R$ 4,5 milhões para aprimorar os serviços de hemodiálise oferecidos pelo Sistema Único de Saúde (SUS) no Ceará, que será dividida entre 13 municípios do Estado. A portaria foi publicada na última quinta-feira (14) no Diário Oficial da União.

Capital receberá R$ 2 milhões para o serviço de Hemodiálise Foto: Arquivo

Barbalha, Baturité, Canindé, Caucaia, Crato, Eusébio, Fortaleza, Iguatu, Juazeiro do Norte , Maracanaú, Quixadá, Russas e Sobral serão os municípios agraciados com a verba. A Capital receberá a maior parte do valor, cerca de R$ 2 milhões.

Além do Ceará, outros estados também receberão a verba, totalizando R$111,6 milhões liberados pelo Ministério da Saúde. De acordo com a pasta, o total para o setor este ano chegará a R$ 2,4 bilhões, contra R$ 2,3 bilhões registrados no ano passado.

Os recursos serão financiados pelo Fundo de Ações Estratégicas e Compensação (Faec) e adicionados ao limite anual dos 26 estados e do Distrito Federal. A estimativa do governo federal é que 83,4 mil pacientes sejam mantidos em serviços de diálise na rede pública de saúde, sendo que 90% deles fazem hemodiálise.

Em 2012, foram realizadas mais de 12 milhões de sessões de hemodiálise na rede pública. Também no ano passado, 12 novos serviços para assistência em nefrologia foram habilitados, totalizando 686 em todo o país.

O ministério alertou que a hipertensão arterial e o diabetes são os principais fatores de risco modificáveis para doenças crônicas não transmissíveis como a doença renal.

Dados indicam que 54% dos pacientes que fazem hemodiálise no SUS apresentam hipertensão ou diabetes como causas da doença renal crônica – caracterizada pela perda progressiva e irreversível da função dos rins.

Com informações da Agência Brasil \ Diario do Nordeste