Um casal escolheu um jeito inusitado para revelar o sexo do bebê: pediu para tingirem uma cachoeira em Tangará da Serra, em Mato Grosso, no último fim de semana. A cor da água ficou azul, para indicar que a criança seria um menino.

Mas o que eles acreditaram que seria uma forma criativa de fazer um chá revelação na verdade causou revolta e indignação após publicação do vídeo nas redes sociais.

As críticas foram inúmeras, isso porque o corante usado para tingir a água pode causar danos ambientais. O evento ocorreu na beira da cachoeira, em uma propriedade privada, e tinha decorações nas cores azul e rosa.

Fiscais da Secretaria do Meio Ambiente foram ao local para investigar os possíveis riscos e, se necessário, punir os responsáveis. A reportagem tentou entrar em contato com o casal, mas não obteve retorno.

“Como pode uma pessoa tingir uma cachoeira para satisfazer as suas mesquinharias de chá revelação? Tem uma coisa que foi revelada, e é a falta de caráter e consciência ambiental”, escreveu Silvaney Rubens no Twitter.

Fonte: R7