A vereadora de Fortaleza Enfermeira Ana Paula (PDT) desistiu de disputar o Senado e concorrerá a deputada federal. Ela era o plano B da legenda para o caso de a postulação do empresário Amarílio Macedo (PSDB) sofrer revés no Tribunal Superior Eleitoral (TSE), o que ocorreu na noite desta sexta-feira, 19, com maioria do pleno formada contra ele.

Quase simultaneamente à decisão do TSE sobre Amarílio, Ana Paula informou que é oficial a decisão de optar pela candidatura a deputada federal, conforme anunciou no Instagram.

O PDT vive nova indefinição sobre quem deve ser o adversário do ex-governador Camilo Santana (PT). A assessoria de comunicação do candidato a governador Roberto Cláudio afirmou ao O POVO que novo nome será anunciado neste sábado, 20.

A substituição ainda pode ser feita por nomes do PDT. Já o PSDB está fora da aliança pedetista e não poderá ter candidatura ao Senado, conforme a decisão do pleno do TSE. Amarílio foi prejudicado pela briga entre o senador Tasso Jereissati e o empresário Chiquinho Feitosa (PSDB), presidente do partido e da federação com o Cidadania.

Enquanto Tasso queria o PSDB na chapa de RC, tendo posicionado o partido deste maneira, Chiquinho liderou convenção em que o diretório peessedebista aprovou a neutralidade na disputa. Tasso recorreu à Executiva Nacional do PSDB. O presidente nacional do partido, Bruno Araújo, tirou Chiquinho do comando.

Fonte: O Povo