(Foto: Reprodução)

O câncer de mama foi a causa de morte em idade prematura — referente de 30 a 69 anos —, de 71,5% das mulheres no Ceará. Os dados foram divulgados no Boletim Epidemiológico sobre a Mortalidade prematura por neoplasia maligna da mama (CID-C50), da Secretaria de Saúde do Ceará (Sesa).

Segundo o Boletim, no período de 12 anos, de 2010 a 2021, foram contabilizados 5.040 óbitos prematuros de mulheres. Em relação a todas as idades, no mesmo período, foram contabilizados 7.045 mortes de pessoas do sexo feminino.

O maior número de óbitos prematuros (30 a 69 anos) ocorreu em 2019, quando foram registrados 506 casos. De acordo com o Boletim, nos últimos dois anos (de 2020 a 2021), ainda houve um aumento de 2,8% na taxa de mortalidade prematura por essa neoplasia.

No Ceará, entre 2020 e 2021, 76 municípios mostraram um aumento na mortalidade por câncer de mama, 20 mantiveram a mesma quantidade de óbitos e 58 cidades apresentaram redução do total de mortes. Outros 30 municípios não apresentaram óbitos pela doença.

No ano passado, o município que apresentou maior número de óbitos por câncer de mama foi Fortaleza, registrando 168 mortes. O número, no entanto, é uma redução, quando comparado a 2020, que registrou 176 óbitos.

Fonte: OPovo

PODACAST MAIS SAUDE – A Saúde Mental