(Foto: Reprodução)

A Escola de Gastronomia Social Ivens Dias Branco (EGSIDB), equipamento da Secretaria da Cultura do Ceará (Secult Ceará) gerido pelo Instituto Dragão do Mar, realiza neste sábado (11), a apresentação do Bolo das Noivas de Santo Antônio de Barbalha. O evento, que acontece a partir das 17h30, na Tenda da Festa de Santo Antônio (Largo da Igreja do Rosário), em Barbalha, é resultado da pesquisa realizada na 4ª edição do programa Laboratório Criação em Cultura Alimentar e Gastronomia Social. Já no domingo (12), acontece o Casamento Coletivo com cerimônia seguida de recepção, a partir das 16h.

Óleo e resíduo de coco babaçu, goma de mandioca seca, açúcar de rapadura, mel de engenho, cachaça, doce de leite e banana são insumos que fazem parte do cotidiano de quem mora na região do Cariri, especialmente em Barbalha. É lá que acontece a tradicional festa do Pau da Bandeira, junto com o Casamento Coletivo das Noivas de Santo Antônio, que agora conta com uma receita de bolo especialmente criada para a ocasião, somente com produtos locais. O desenvolvimento do bolo aconteceu durante o processo de pesquisa de Indra Nunes, de Barbalha. “Nossa proposta foi enriquecer a celebração e trabalhar efetivamente a gastronomia como vetor de transformação social”, afirma a pesquisadora.

Selene Penaforte, superintendente da EGSIDB, afirma ainda que a Escola vem se destacando no cenário local e nacional por propor e desenvolver ações de pesquisa e formação, fortalecendo os conceitos de Cultura Alimentar e Gastronomia Social. “A Escola integra as ações e políticas culturais da rede de equipamentos públicos da Secult ao fomentar vocações do estado por meio de trabalhos de impacto social e cultural”, destaca, lembrando que as inscrições para o 5º Laboratório de Criação estão abertas até 23 de junho, no Mapa Cultural do Ceará.

O Casamento Coletivo

O Casamento Coletivo das Noivas de Santo Antônio acontece no domingo que sucede a festa do “Pau da Bandeira”, comemoração que abre os festejos juninos. Anualmente, são agraciados 15 casais que, mediante edital previamente aberto, participam de processo seletivo. Dentre os principais critérios está a comprovação de que o casal se enquadre em perfil econômico, que o impeça de realizar o matrimônio oficialmente. Após a seletiva, os casais participam de diversas reuniões, ensaios fotográficos, provas de roupas e o casamento civil, que se faz obrigatório para contrair o matrimônio religioso. Em conseguinte a cerimônia, realiza-se uma recepção comemorativa com 15 bolos de casamento para serem cortados pelos noivos e partilhados com a população em geral.

Sobre a Escola

Equipamento da Secretaria da Cultura do Ceará (Secult Ceará), a Escola de Gastronomia Social Ivens Dias Branco (EGSIDB) é gerida pelo Instituto Dragão do Mar (IDM) e faz parte do Cultura em Rede, programa da Secult Ceará que integra ações e políticas culturais na sua rede de equipamentos públicos. O centro de formação, inaugurado em 2018 no bairro Cais do Porto, é um espaço formativo que associa ensino, pesquisa e compromisso social, reconhecendo a riqueza da forma de se alimentar do cearense, os diversos tipos de saberes, a cadeia de produção, promovendo a inovação de produtos, incentivando o empreendedorismo social, qualificando para o mercado de trabalho e contribuindo para o combate à fome, por meio de cursos de longa e curta duração, que acontecem dentro da Escola e em comunidades pelo Ceará. O nome da Escola é uma referência ao empresário Ivens Dias Branco (em memória), do grupo M. Dias Branco, que financiou a sede doada para o Governo do Ceará, em uma parceria público-privada.

Fonte: Governo do Ceará

MAIS ROCK – Novas músicas do Interpol e do Journey e um especial em homenagem ao músico grego Vangelis