Um aluno de 18 anos está sendo acusado de ter tentado estuprar uma estudante de 14 anos na segunda-feira, 31, no Colégio da Polícia Militar do Ceará General Edgard Facó (CPMGEF), em Fortaleza. Conforme Secretaria da Segurança Pública e Defesa Social (SSPDS), o suspeito foi suspenso da escola.

De acordo com relatos obtidos pelo O POVO, de professores e alunos, o ato aconteceu dentro do colégio. Na ocasião, o aluno teria tentado violentar a estudante, menor de idade, se aproveitando do fato de estar sozinho com ela dentro de uma sala.

Um Boletim de Ocorrência (BO) foi registrado e o caso é apurado pela Delegacia de Combate à Exploração da Criança e do Adolescente (Dceca), que realiza oitivas, ouvindo as testemunhas.

Em entrevista ao O POVO, uma aluna da instituição, que não terá o nome identificado, informou que o aluno costumava ser “invasivo” com outras estudantes, algumas delas do 6° ano. “Ele sempre foi muito inconveniente com todas as meninas. Ele já abraçou uma amiga minha por trás, mesmo ela se afastando e mostrando estar desconfortável ele puxou ela novamente”, relata.

Uma outra aluna da escola, que também terá a identidade protegida, fala que o suspeito agia de forma “sutil” e que por essa razão as alunas não conseguiam ter reação perto dele. De acordo com ela, o estudante costumava se aproximar sem permissão e fazer comentários invasivos.

“Era uma pessoa que sutilmente te desconfortava”, frisa. Depois do ocorrido, alunas passaram a compartilhar diversos prints de mensagens recebidas pelo suspeito. Em alguns desses registros ele chegou a chamar estudantes para ter relações sexuais.

Fonte: OPovo