Abril de 2022 registrou chuvas em torno da média histórica para o mês, por pouco não a superando, conforme dados preliminares extraídos da plataforma da Fundação Cearense de Meteorologia e Recursos Hídricos (Funceme). Contudo, o saldo geral pode aumentar com a inclusão de novos dados no sistema.

Embora tenha ficado 4% abaixo da normal climatológica de 188 milímetros para o mês, o resultado no período foi o melhor desde 2019, quando choveu 1,2% acima da média histórica.

Veja os acumulados para o Estado no mês, nos últimos anos:

  • 2019 – 190.2 mm (1,2% acima)
  • 2020 – 178,5 mm (5,1% abaixo)
  • 2021 – 124,5 mm (33,8% abaixo)
  • 2022 – 180,6 mm (4% abaixo)

Além disso, abril manteve tendência de boas chuvas vivenciadas durante o mês de março, quando choveu 30,6% acima da média histórica. Maio será o último mês da quadra chuvosa deste ano. Confira o balanço de 2022:

 

Chuvas mais intensas no litoral
Embora o balanço parcial da Funceme indique que as chuvas se concentraram no litoral do Estado, a maior chuva do ano, até o momento, ocorreu em Várzea Alegre, no Cariri: entre os dias 16 e 17 de abril, foram 200 milímetros na cidade.

Imagens mostraram que, com a intensidade do evento, ruas ficaram alagadas e casas foram invadidas pela água. Moradores utilizaram baldes e rodos para retirar o excesso.

O monitoramento da Funceme indica que apenas duas das oito macrorregiões do Ceará ficaram abaixo da média para o mês:

  • Sertão Central e Inhamuns -14.9%
  • Ibiapaba -6.6%
  • Jaguaribana +2.3%
  • Cariri +2.4%
  • Litoral Norte +4.4%
  • Litoral do Pecém +13.1%
  • Litoral de Fortaleza +20.7%
  • Maciço de Baturité +21.4%

Previsão do tempo

Segundo a Funceme, para este sábado (30) e domingo (1º), são esperadas chuvas em todas as macrorregiões, sendo que os maiores acumulados tendem a ocorrer no litoral. Já no sul do estado, as chuvas deverão ser isoladas.

 

Fonte: Diário do Nordeste

PODCAST DIÁLOGO MAIS – A violência contra o idoso